ViVa Voz

O Grupo Coral VivaVoz é uma das principais realizações da Associação de Antigos Alunos e Amigos do Liceu Nacional de Oeiras/Escola Secundária Sebastião e Silva. Foi formado a partir de sugestões de associados, recolhidas em 2002, durante as comemorações do cinquentenário da inauguração do Liceu de Oeiras.

Em 2003, a Direção da Associação iniciou contactos necessários para a constituição do Grupo, que, no entanto, só a partir de finais de 2006, desenvolveu um trabalho mais sistemático, primeiro, sob a orientação do Maestro Luís Filipe Almeida e, a partir de 2014, dirigido pelo Maestro Eduardo Martins.

Desde a formação, o VivaVoz assumiu-se como um coro de vocação eminentemente lúdica, pedagógica e cultural e centrou a sua atividade em núcleos temáticos/projetos, dos quais se destacam, como momentos significativos da vida do Coro:

– em 2010, no centenário da implantação da República, o concerto Música e Política, evocando composições musicais relacionadas com diversos períodos da história do País;

– em 2012, na comemoração do 60.º aniversário da inauguração do LNO, o espetáculo multimédia (concerto articulado com projeção vídeo) 60 anos, 6 décadas a comemorar , apresentando uma leitura da evolução sociocultural nas décadas de vida da instituição, considerando as esferas mundial, nacional e local (do LNO/ESSS);

– em 2014, na celebração do 40.º aniversário da Revolução de Abril, o concerto Abril em Maio e, no mesmo ano, pelo centenário do nascimento de José Sebastião e Silva, o concerto Tempo de renovação e de esperança, em homenagem ao patrono da Escola, defensor de uma cultura abrangente e civicamente empenhada.

Em simultâneo, o VivaVoz tem procurado corresponder às solicitações da Escola e da comunidade, com a seleção de um repertório diversificado (música antiga ou contemporânea, religiosa ou palaciana, recolhas de música tradicional, música urbana, etc.), sempre pautado pela qualidade e por tentativas de inovação (por exemplo, nas harmonizações). Nesse sentido, tem também participado em eventos promovidos por autarquias e por instituições de solidariedade social, culturais ou religiosas, bem como em encontros a convite de outros coros, ao nível local e regional.

Atualmente com mais de trinta elementos, o Grupo ensaia semanalmente à 5ª feira, no auditório 1 da ESSS, pelas 21h.

Para a participação no VivaVoz, não se exigem conhecimentos musicais prévios – a variedade e as características das peças até agora ensaiadas permitem uma abordagem intuitiva e descontraída à música coral.

 

Maestro

Eduardo Martins

Iniciou os seus estudos musicais com 9 anos, no Conservatório de Música de Aveiro Calouste Gulbenkian, no qual concluiu o Curso de Piano. É licenciado em Formação Musical e Direção Coral pela Escola Superior de Música de Lisboa (ESML),

onde, neste momento, é mestrando em Direção Coral e maestro assistente do Coro de Câmara. Tem trabalhado com os maestros Paulo Lourenço e Vasco Pearce de Azevedo.

Dirigiu, em 2005 e 2006, o Coral de Letras da Universidade

de Coimbra. Atualmente, é diretor artístico do Grupo Coral Laudamus, de Válega – Ovar (desde 1999), do Coro Polifónico Eboræ Mvsica (desde 2013), do Grupo Coral ViVa Voz e do Coro Sacro de Lisboa (desde o início de 2014).

Leciona Formação Musical e Coro no Conservatório de Alhandra e colabora, pontualmente, com o Coro do Tejo. Tem participado, desde 2013, nas Jornadas Internacionais Escola de Música da Sé de Évora, organização do Eboræ Mvsica; tem participado também, como barítono e barítono solo, em encontros, projectos e festivais, nacionais e internacionais.