Notícias

Actualização de Estatutos

12 Dezembro, 2018

A vitalidade de uma Associação também se mede pela sua capacidade de renovação e de adaptação aos novos desafios da comunidade em que está inserida.

Foi com este propósito que a actual Direção vai apresentar à discussão e aprovação em AG, novos Estatutos e um Regulamento Interno.

 

 

Projecto de actualização de 2018

CAPÍTULO I

Disposições gerais

Artigo 1.º

(Denominação e Natureza)

A Associação de Antigos Alunos e Amigos do Liceu Nacional de Oeiras/Escola Secundária Sebastião e Silva, adiante designada, abreviadamente, por AAAALNOESSS, fundada em 16 de Outubro de 2002, é uma Pessoa Colectiva de direito privado, sob a forma de associação, sem fins lucrativos, com natureza cultural, desportiva, recreativa, constituida sem fins lucrativos e a sua duração é por tempo indeterminado.

Artigo 2.º

(Regime jurídico)

A AAAALNOESSS, rege-se pelos presentes Estatutos e Regulamentos, pelas leis em vigor e normas a que se encontrar vinculado pela sua filiação em Organismos Nacionais e Internacionais.

Artigo 3.º

(Fins)

A AAAALNOESSS tem por finalidade o fomento e o desenvolvimento dos interesses sociais e culturais dos seus associados, a promoção e dinamização das relações interpessoais entre todos os que frequentaram o Liceu Nacional de Oeiras/Escola Secundária Sebastião e Silva, adiante designados por LNO/ESSS, ou que, de alguma maneira se sentem ligados a estas institições, a preservação do seu património histórico e cultural e prestação de apoio no âmbito pedagógico e cultural ao seu funcionamento:

  1. Incentivando o respeito pelos princípios da Associativismo;
  2. Cooperando com os organismos estatais ou outras entidades, designadamente através.de parcerias ou protocolos e em acções cujos objectivos se enquadrem no âmbito dos.fins da AAAALNOESSS;
  3. Promovendo e aprofundando relações com organizações congéneres nacionais e.estrangeiras;
  4. Promovendo actividades que estimulem a multiculturalidade contra todas as formas de.discriminação;
  5. Editando publicações.

Artigo 4.º

(Princípios de organização e funcionamento)

  1. A AAAALNOESSS organiza-se e prossegue as sua actividades no respeito pelos princípios da.liberdade, democraticidade e representatividade, bem como pelos demais princípios que.resultem da Lei.
  2. A AAAALNOESSS é independente do Estado, dos partidos políticos, das instituições religiosas e de.quaisquer entidades com fins lucrativos.

Artigo 5.º

(Âmbito territorial)

A AAAALNOESSS desenvolve as suas actividades e prossegue os seus fins em todo o território nacional, podendo também fazê-lo no estrangeiro, dentro dos limites das normas a que se encontre vinculado.

Artigo 6.º

(Sede)

A AAAALNOESSS tem a sua sede nas instalações da Escola Secundária Sebastião e Silva, antigo Liceu Nacional de Oeiras, Rua do Liceu, 2780-061, União de Freguesias de Oeiras, S. Julião da Barra,,Paço de Arcos e Caxias, concelho de Oeiras.

Artigo 7.º

(Relação com outras organizações)

A AAAALNOESSS poderá estabelecer relações com quaisquer organizações nacionais e internacionais com elas acordando formas de cooperação consentâneas com o seu objectivo social.

Artigo 8.º

(Receitas)

Constituem receitas da Associação:

  1. o produto das jóias e das quotas pagas pelos associados;
  2. o produto da venda de materiais de marketing relacionados com a Associação;
  3. rendimentos de fundos capitalizados ou outros rendimentos não especificados;
  4. subsídios que venham a ser atribuídos à AAAALNOESSS tendo em vista a prossecução dos seus fins;
  5. quaisquer outros benefícios, donativos, heranças e legados que lhe sejam atribuídos;
  6. eventuais indemnizações a que tenha direito

Artigo 9.º

(Despesas)

São despesas da AAAALNOESSS as que resultam do exercício das suas actividades em cumprimento dos Estatutos, do Regulamento Interno e das disposições que sejam impostas por lei-

CAPÍTULO II

Dos Associados

SECÇÃO I

Disposições gerais

Artigo 10.º

(Associados

A AAAALNOESSS é constituído por associados podem ter as seguintes categorias:

  1. Associados efectivos – são as pessoas singulares, maiores de dezoito anos, inclusive, que.aceitem e se obriguem a cumprir os Estatutos e Regulamentos da AAAALNOESSS e as deliberações.dos seus Órgãos Sociais.
  2. Associados fundadores – são Associados efectivos admitidos em data anterior à aprovação dos estatutos de 2002.
  3. Associados beneméritos – são todas as pessoas singulares ou colectivas que se destacarem por apoios à AAAALNOESSS.
  4. Associados honorários – são as pessoas colectivas ou singulares, não associadas.que pelos serviços relevantes prestados à AAAALNOESSS e à realização dos seus fins, sejam, como tal, reconhecidos em Assembleia Geral, por proposta da Direção.

Artigo 11.º

(Requisitos)

Podem associar-se na AAAALNOESSS todos aqueles que tenham frequentado o LNO/ESSS e os que, por qualquer outra forma, estiveram associados à vida da instituição e sejam admitidos nos termos dos presentes estatutos.

SECÇÃO II

Aquisição, perda e suspensão da qualidade de Sócio

Artigo 12.º

(Aquisição da qualidade de Sócio)

A qualidade de Sócio adquire-se por decisão da Direção, preenchidos que.estejam os requisitos previstos nestes Estatutos.

Artigo 13.°

(Perda da qualidade de Sócio e suspensão temporária)

  1. A qualidade de Sócio cessa por manifestação de vontade expressa pelo Sócio ao Conselho.Directivo ou por aplicação da sanção disciplinar de demissão.
  2. Perde a qualidade de Sócio, aquele que atinja perante a AAAALNOESSS dois anos de mora por.violação do pagamento da quota e um ano de mora por violação do pagamento de.quaisquer outras importâncias que sejam devidas.
  3. Os direitos inerentes à qualidade de Sócio suspendem-se por efeito de aplicação de pena disciplinar de suspensão temporária.

SECÇÃO III

Direitos e deveres

Artigo 14.º

(Direitos dos Associados)

  1. Constituem direitos dos Associados Efectivos:
  1. Eleger e ser eleito para exercer cargos na AAAALNOESSS e integrar a Assembleia Geral podendo exercer o direito de voto;
  2. Requerer a convocação de Assembleias Gerais Extraordinárias;
  3. Apresentar, por escrito, ao Conselho Directivo as propostas que julgar convenientes;
  4. Ter acesso às instalações da AAAALNOESSS e participar nas suas actividades;
  5. Ter acesso às actas das Assembleias Gerais e aos documentos nelas apresentados;
  6. Reclamar, por escrito, perante qualquer Órgão da AAAALNOESSS dos actos desse Órgão ou dos.respectivos titulares que considerem lesivos dos seus direitos e denunciar, perante os mesmos Orgãos, qualquer violação dos Estatutos cometida pelos seus titulares;
  7. Recorrer à Assembleia Geral de deliberação tomada por qualquer Órgão da AAAALNOESSS, à excepção da Assembleia Geral, sobre pretensão por si formulada;
  8. Ter acesso às publicações da AAAALNOESSS;
  9. Quaisquer outros que lhe sejam atribuídos por estes Estatutos, Regulamentos ou por deliberações da Assembleia Geral.
  10. Os Associados Efectivos que não tenham completado um ano de filiação não podem exercer os direitos enunciados nas alíneas a) e b) do número 1 do presente artigo.
  11. Constituem direitos dos Associados Honorários os previstos no número um do presente artigo, alineas c),d), h), bem como participar, sem direito a voto, nas Assembleias Gerais a convite da Mesa.

Artigo 15.º

(Deveres dos Associados)

  1. Constituem deveres dos Associados efectivos:
  2. Participar na vida da AAAALNOESSS e contribuir com dedicação, lealdade e zelo para a realização dos seus fins;
  3. Exercer gratuitamente o cargo para que for eleito;
  4. Assumir, para com os demais Associados, uma conduta em conformidade com os princípios da Ética Associativa;
  5. Pagar as quotas até 31 de Março do ano a que respeita;
  6. No caso de existirem outros encargos devidos à AAAALNOESSS, deverão ser pagos dentro dos prazos regulamentados, sob pena de aplicação de uma sanção pecuniária a estabelecer pela Direcção;
  7. Respeitar os direitos dos demais Associados, abstendo-se, nomeadamente, de condutas que atentem contra as regras cívicas de convívio e contra os seus direitos à tranquilidade, ao bom nome, à honra e à dignidade;
  8. Não exceder os poderes de representação da AAAALNOESSS de que se encontrem regularmente investidos nem invocar poderes de representação de que não disponham nas relações internas, ou externas;
  9. Não atentar, por acção ou omissão, contra os interesses patrimoniais da AAAALNOESSS ou de outros Associados;
  10. Não utilizar a AAAALNOESSS nas suas actividades, instalações ou equipamentos, para negociar em proveito próprio ou de outrem, a não ser em benefício da AAAALNOESSS por determinação dos seus Órgãos competentes e em conformidade com os Estatutos e Regulamentos;
  11. Respeitar os princípios e normas legais vigentes relativamente aos bancos electrónicos de dados constituídos no âmbito da acção regulamentar ou estatutária da AAAALNOESSS;
  12. Quaisquer outros que lhe sejam atribuídos por estes Estatutos, Regulamentos ou por deliberações da Assembleia Geral.
  13. Os Associados Honorários estão sujeitos aos deveres previstos do número anterior, à excepção dos previstos nas alíneas a), b) e d).

SECÇÃO IV

Distinções

Artigo 16.

(Distinções)

A AAAALNOESSS pode conceder Distinções aos Associados que contribuam, de modo excepcional, para a realização dos fins da AAAALNOESSS e seja, como tal, reconhecido em Assembleia Geral, por proposta do Direção.

CAPÍTULO III

Da organização

Artigo 17.°

(Órgãos Sociais)

  1. São órgãos da AAAALNOESSS:
  2. Assembleia Geral;
  3. Direção;
  4. Conselho Fiscal;
  5. O mandato dos órgãos sociais tem a duração de três anos.

Artigo 18.º

(Assembleia Geral)

A Assembleia geral é a reunião de todos os associados da AAAALNOESSS, no pleno gozo dos seus direitos, expressamente convocada nos termos da lei e do Regulamento Interno da Associação.

Artigo 19.º

(Mesa da Assembleia Geral)

A Mesa da Assembleia geral é composta por três membros, sendo um presidente, um secretário e um vogal competindo-lhes dirigir os trabalhos da Assembleia Geral nos termos da lei e do Regulamento Geral Interno da Associação.

Artigo 20.º

(Direcção)

  1. A Direcção é composta por um Presidente, um Vice-Presidente, um Tesoureiro, dois Vogais efectivos e dois Vogais suplentes.
  2. À Direcção cabe gerir os destinos da AAAALNOESSS, em consonância com o plano aprovado pela Assembleia Geral.
  3. São funções da Direcção:
  4. Executar as deliberações da Assembleia Geral;
  5. Organizar e superintender a actividade da Associação;
  6. Exercer as demais funções previstas na lei, nos presentes Estatutos e no Regulamento Geral Interno da Associação;
  7. Elaborar os planos de actividades, relatórios econtas a submeter a aprovação da Assembleia Geral;

Artigo 21.º

(Conselho Fiscal)

  1. O Conselho Fiscal é composto por um presidente, um secretário e um relator.
  2. Ao Conselho Fiscal compete.
  3. dar parecer sobre o relatório e contas anuais da Direcção;
  4. Fiscalizar a administração realizada pela Direcção;
  5. Assegurar todas as demais competências que lhe sejam atribuidas pela lei geral ou que decorram da aplicação dos Estatutos ou do Regulamento Geral Interno da Associação.

CAPÍTULO IV

Disposições Finais

Artigo 22.º

(Quem obriga a Associação)

  1. A AAAALNOESSS vinvula-se com as assinaturas conjuntas de dois de três elementos da Direcção a definir na primeira reunião após a tomada de posse.
  2. Nos casos de mero expediente bastará a assinatura de qualquer membro da Direcção.

Artigo 23.º

(Dissolução)

  1. A AAAALNOESSS poderá dissolver-se por deliberação da Assembleia Geral, convocada para o efeito nostermos da lei e do Regulamento Geral Interno, mediante voto favorável de pelo menos 2/3 dos associados presentes e no pleno gozo dos seus direitos.
  2. A Assembleia Geral que deliberar sobre a dissolução da AAAALNOESSS decidirá sobre a forma e prazo de liquidação, bem como o destino a dar aos bens que constituem o seu património, exceptuando os casos previstos na lei.

Artigo 24.º

(Omissões)

No que estes Estatutos forem omissos, vigoram as disposições do Código Civil (artigos 157.º e seguintes) e demais legislação sobre Associações, complementadas pelo Regulamento Geral Interno, cuja aprovação e alteração são da competência da Assembleia Geral.

Estatutos em vigor

Capítulo I – Natureza, Denominação, Sede e Fins

Artigo 1.º
Denominação e Sede

A Associação de Antigos Alunos e Amigos do Liceu Nacional de Oeiras/Escola Secundária Sebastião e Silva é uma associação de direito privado, com carácter cultural e sem fins lucrativos, constituída por tempo indeterminado, com sede nas instalações da Escola Secundária Sebastião e Silva, antigo Liceu Nacional de Oeiras, Rua do Liceu, 2780-051, freguesia de Oeiras e S. Julião da Barra, concelho de Oeiras.

Artigo 2.º
Objecto

A Associação tem por objecto a preservação do património histórico e cultural e prestação de apoio no âmbito pedagógico e cultural ao funcionamento do LNO/ESSS e o fortalecimento das relações interpessoais entre todos os que frequentaram o LNO/ESSS ou que, de alguma maneira, a ela estão ligados.

Artigo 3.º
Meios de realização do objecto

Sendo um espaço de confluência de múltiplas competências, a Associação de Antigos Alunos e Amigos do Liceu Nacional de Oeiras/Escola Secundária Sebastião e Silva usará, na prossecução dos seus objectivos, os meios que os órgãos competentes considerem mais adequados, designadamente os seguintes:

a) criação e manutenção do Centro de Apoio Pedagógico dos Antigos Alunos;

b) organização de eventos de natureza cultural e artística tais como concertos, representações teatrais, exposições, tertúlias;

c)  criação e manutenção de um núcleo museológico.

Capítulo II – Dos Associados

Artigo 4.º
Capacidade para ser associado

Podem associar-se na Associação de Antigos Alunos e Amigos do Liceu Nacional de Oeiras/Escola Secundária Sebastião e Silva todos aqueles que tenham frequentado o LNO/ESSS e os que, por qualquer outra forma, estiveram associados à vida da instituição e sejam admitidos nos termos dos presentes estatutos.

Artigo 5.º
Categorias de associados

A Associação de Antigos Alunos e Amigos do Liceu Nacional de Oeiras/Escola Secundária Sebastião e Silva tem uma única categoria de associados, a de associado ordinário.

Artigo 6.º
Definição de associado ordinário

1. São associados ordinários os que como tal sejam admitidos pela Direcção.

2. Os associados ordinários têm os direitos previstos no artigo sétimo.

Artigo 7.º
Direitos dos associados

São direitos dos associados:

a) eleger e ser eleito para os órgãos sociais da Associação;

b) participar nas reuniões da Assembleia Geral, e discutir e votar as matérias que à mesma sejam submetidas;

c) usufruir de todos os benefícios e garantias que lhes conferem os Estatutos e, bem assim, aqueles que, pela Direcção ou Assembleia Geral, forem criados;

d) apresentar propostas e reclamações à Direcção sobre qualquer assunto relacionado com a Associação de Antigos Alunos e Amigos do Liceu Nacional de Oeiras/Escola Secundária Sebastião e Silva, bem como impugnar perante a Assembleia Geral quaisquer actos de outros órgãos que considerem contrários à lei, aos presentes Estatutos ou a disposições regulamentares e deliberar sobre a alteração dos Estatutos.

Artigo 8.º
Deveres dos associados
São deveres dos associados:

a)  pagar pontualmente a jóia de admissão e as quotas;

b)  colaborar na prossecução e concretização dos fins da Associação;

c)  contribuir para o bom-nome e o prestígio da Associação;

d)  acatar os preceitos estatutários e os regulamentos da Associação, bem como as deliberações dos órgãos sociais.

Artigo 9.º
Fundamentos e formalidades da exclusão de associado

1. São motivo de exclusão da qualidade de associado:

a)  a prática de actos lesivos dos interesses e fins da Associação, ou que a possam desonrar ou de alguma maneira prejudicar;

b)  a violação intencional dos estatutos e regulamentos da Associação e o não cumprimento das obrigações sociais que eles impõem.

2. Compete à Assembleia Geral deliberar sobre a exclusão de associados, de acordo com Regulamento aprovado em Assembleia Geral.

Capitulo III

SECÇÃO I – DOS ÓRGÃOS SOCIAIS

Artigo 10.º
Órgãos sociais e duração do mandato
1. São órgãos da Associação de Antigos Alunos e Amigos do Liceu Nacional de Oeiras/Escola Secundária Sebastião e Silva a Assembleia Geral, a Direcção e o Conselho Fiscal.

2. O mandato dos órgãos electivos tem a duração de dois anos.

Subsecção I

Da Assembleia Geral

Artigo 11.º
Constituição da Assembleia Geral

A Assembleia Geral é constituída por todos os membros ordinários da Associação de Antigos Alunos e Amigos do Liceu Nacional de Oeiras/Escola Secundária Sebastião e Silva, e será dirigida por uma mesa composta por um Presidente e dois Secretários.

Artigo 12.º
Competências da Assembleia Geral
Compete à Assembleia Geral:

a)  eleger e destituir os titulares dos órgãos da Associação: Mesa da Assembleia Geral, Direcção e o Conselho Fiscal;

b)  discutir e deliberar, sob proposta da Direcção, sobre o Regulamento de funcionamento do Centro de Apoio Pedagógico dos Antigos Alunos   (CAAPA), o Regulamento Eleitoral e o Regulamento de Admissão e Exclusão de associados  ;

c)  discutir e deliberar sobre o Plano Anual de Actividades e respectivo orçamento, a apresentar pela Direcção;

d)  definir as linhas gerais da actividade associativa;

e)  apreciar as propostas, pareceres ou votos que lhe sejam submetidos;

f)   discutir e votar o balanço e contas apresentados pela Direcção, sob parecer do Conselho Fiscal;

g)  estabelecer, sob proposta da Direcção, o valor da jóia e das quotas a pagar pelos sócios;

h)  autorizar a Direcção a alienar bens móveis que sejam pertença da Associação;

i)   autorizar a Associação para esta demandar os administradores e titulares dos órgãos por factos praticados no exercício do cargo;

j)   deliberar sobre a exclusão de Associados;

k)  discutir e deliberar sobre a alteração dos Estatutos.

Artigo 13.º
Convocação da Assembleia Geral e quorum deliberativo
1. Assembleia Geral é convocada por meio de aviso postal, expedido para cada um dos associados com a antecedência mínima de oito dias, indicando-se o dia, hora, local e respectiva ordem do dia.

2. A Assembleia Geral não pode deliberar, em primeira convocação, sem estarem presentes, pelo menos, 50% dos sócios no pleno gozo dos seus direitos.

3. Em segunda convocação, que se verificará 30 minutos depois da hora da primeira convocação, a Assembleia funcionará com qualquer número de associados.

Artigo 14.º
Assembleia Geral ordinária e extraordinária

1. A Assembleia Geral reunirá ordinariamente:

a) no primeiro trimestre de cada ano, para apreciar e votar o relatório e contas da Direcção e o parecer do Conselho Fiscal relativos ao ano anterior, e para proceder, quando tal deva ter lugar, às eleições para os órgãos sociais;

b) de dois em dois anos, no segundo mês seguinte ao das eleições dos corpos sociais, para discutir e deliberar sobre o Plano de Actividades e respectivo orçamento, a apresentar pela Direcção.

2. Extraordinariamente, a Assembleia Geral reunirá, por convocação do seu Presidente, quando este julgue necessário ou quando lhe seja requerido pela Direcção, pelo Conselho Fiscal, ou por um número não inferior a trinta sócios, no pleno gozo dos seus direitos, mediante requerimento que designe concretamente o objectivo da reunião.

Subsecção II – Da Direcção

Artigo 15.º
Composição e competências

1. A Direcção é composta por um Presidente e dois ou quatro Vogais efectivos, consoante delibere a Assembleia Geral que os eleja, e dois Vogais suplentes.

2. À Direcção cabe gerir os destinos da Associação de Antigos Alunos e Amigos do Liceu Nacional de Oeiras/Escola Secundária Sebastião e Silva, em consonância com o plano aprovado pela Assembleia Geral.

3. Compete à Direcção, em especial:

a)     representar a Associação de Antigos Alunos e Amigos do Liceu Nacional de Oeiras/Escola Secundária Sebastião e Silva, em juízo e fora dele, activa e passivamente;

b)     deliberar sobre a admissão de associados;

c)     submeter à apreciação da Assembleia Geral o Plano de Actividades e o Orçamento para o ano subsequente;

d)     submeter à apreciação e à votação da Assembleia Geral, na reunião ordinária, o relatório de actividades e contas de gerência relativos ao ano anterior, acompanhado do respectivo parecer do Conselho Fiscal;

e)     adquirir quaisquer bens móveis para a Associação de Antigos Alunos e Amigos do Liceu Nacional de Oeiras/Escola Secundária Sebastião e Silva ou tomá-los de aluguer ou arrendamento, mesmo mediante locação financeira.

f)     negociar e outorgar em quaisquer contratos necessários à prossecução dos fins da Associação de Antigos Alunos e Amigos do Liceu Nacional de Oeiras/Escola Secundária Sebastião e Silva;

g)     nomear o director do Centro de Apoio Pedagógico dos Antigos Alunos(CAPAA), podendo aquele ser membro da Direcção;

h)     elaborar e submeter à deliberação da Assembleia o regulamento que regerá o funcionamento do Centro de Apoio Pedagógico dos Antigos Alunos (CAPAA), o Regulamento eleitoral e o Regulamento de Admissão e exclusão de associados;

i)      praticar, em geral, todos os actos julgados convenientes à realização dos fins da Associação.

Artigo 16.º
Quorum deliberativo e forma de obrigar

1.  A Direcção só pode deliberar com a presença da maioria dos seus titulares.

2. As deliberações da Direcção são tomadas por maioria simples dos membros presentes, tendo o Presidente, além do seu voto, voto de qualidade.

3. Para obrigar a Direcção são bastante as assinaturas de dois membros da Direcção ou de mandatário devidamente constituído para o efeito pela Direcção.

Subsecção III – Do Conselho Fiscal

Artigo 17.º
Composição e maioria
1. O Conselho Fiscal é composto por um presidente e dois vogais.

2. O Conselho Fiscal só pode deliberar com a presença da maioria dos seus titulares.

3. As deliberações da Direcção são tomadas por maioria simples dos membros presentes, tendo o Presidente, além do seu voto, voto de qualidade.

Artigo 18.º
Competências
Compete ao Conselho Fiscal:

a)  examinar e conferir regularmente as contas da Associação;

b)  dar parecer sobre o relatório e contas anuais da direcção e sobre quaisquer outros assuntos que lhe sejam submetidos pela Assembleia Geral ou pela Direcção.

Capitulo IV – Do financiamento

Artigo 19.º
Receitas da Associação
Constituem receitas da Associação:

a) o produto das jóias e das quotas pagas pelos associados;

b) o produto da venda de materiais de marketing relacionados com a Associação;

c) rendimentos de fundos capitalizados ou outros rendimentos não especificados;

d) subsídios que venham a ser atribuídos à Associação de Antigos Alunos e Amigos do Liceu Nacional de Oeiras/Escola Secundária Sebastião e Silva tendo em vista a prossecução dos seus fins;

e) quaisquer outros benefícios, donativos, heranças e legados que lhe sejam atribuídos;

f)  eventuais indemnizações a que tenha direito.

Capítulo V – Da dissolução e liquidação

Artigo 20.º
Competência e maioria necessária
1. A dissolução da Associação compete exclusivamente à Assembleia Geral, exigindo-se nesse caso a presença e o voto favorável de três quartos do número de sócios no pleno gozo dos seus direitos.

2. A Assembleia Geral que deliberar sobre a dissolução da Associação decidirá sobre a forma e prazo de liquidação, bem como o destino a dar aos bens que constituem o seu património, exceptuando os casos previstos na lei.

Apelo aos associados

12 Dezembro, 2018

Está em curso um inquérito aos associados sobre o seu papel nesta Associação, o interesse em continuar a sua participação fazendo a regularização de quotas em atraso e posterior renumeração.

É nossa convicção que a muito próxima edição do livro “o Liceu” – Vol., II e a reedição do primeiro volume, sejam factores de mobilização dos associados e dinamizador de novas iniciativas indispensáveis ao cumprimento da missão a que a Associação se propôs.

ESPERAMOS, PORTANTO, QUE RESPONDA POSITIVAMENTE À NOSSA MENSAGEM!

Almoço – Convívio

10 Dezembro, 2018

Dia 15 de dezembro de 2018

REFEITÓRIO DA
Escola Secundária Sebastião e Silva (antigo Liceu Nacional de Oeiras)

12.15 h – Abertura de portas

12.45 h – Participação do Grupo Coral ViVa Voz

13.00 h – Almoço – Convívio

Inscrição obrigatória até 12 de dezembro

– por email antigosalunos@liceudeoeiras.com

– por telefone Francisco Santana (965317447) ou Rui Lemos (962437048)

– na recepção da secretaria da ESSS (D.ª Emília)

 

MENU

Aperitivos: Favaios ou Martini

Entradas: Camarão, salgados diversos, pão e manteiga.

Bebidas: Vinho branco ou tinto da casa, sumos, cerveja e águas, servidos durante a refeição.

Pratos (escolher um de)

Bacalhau Cozido com Todos (Batatas, Ovo, Grão e Vegetais)

OU

Borrego Assado no forno

Sobremesas: Diversas

Café e digestivos: Porto e Whisky

Bolo Rei

Nota: Informar no ato de inscrição se preferem alternativa dieta ou vegetariana

O custo é de 20 (renas) para associados e acompanhantes.